terça-feira, 8 de maio de 2012

ILUMINATA (Canção de Paulo Diniz)




"m'ilumino
     di imenso"
(UNGARETTI)



Me amanhece
Ó luz do meu dia

Alegra a vida 
Mais doce Maria 

Calor da carne 
Na carne tão minha 

Nunca é tarde
Teu corpo me aninha 

Não anoitece 
No céu da poesia

Me ilumina 
Imensa Luminha 




(Olinda, setembro, 2004)

Um comentário:

  1. Passei por aqui grande poeta, gostei muito deste poema.
    Fiquei muito feliz por ter participado do Encontro Blogs Literários do Nordeste.
    Conte comigo e espero que você me mande e-mails e vá no meu blog.
    Mestre, meu blog é meu pequeno livro, sonho tornar meu livro uma realidade.
    gostaria muito da sua visita.

    sidneymramos.blogspot.com
    sidneymelhoramos@bol.com.br

    ResponderExcluir