segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

RUA DO HOSPÍCIO, BOA VISTA DO RECIFE





Quando contemplas a rua 
contemplas a rua
como uma banalíssima coisa tua. 
As caras informes 
o circo passante 
de todos os dias 
as mesmíssimas vias diárias 
do povoado pó da cidade 
real ou imaginária. 
Contemplas a rua 
do Viena onde estás 
e talvez a rua te veja
                              nessa mesa.
Já mudaste de mesa 
e viste o outro lado da rua ?
Além da igreja 
no espaço onde sempre avistas um teatro 
em lugar do parque existe a praça 
com nome e identidade oficial. 
E aquele edifício de 1909
(jamais visto antes)
um Macena's Bar indecifrável 
lanchonete onde Clarice Lispector 
nunca menina lanchou 
nem viu estrelas  ?




(sexta à tarde, do Viena,
Rua do Hospício, Recife,
dia 11/02/2005)

Nenhum comentário:

Postar um comentário